top of page

Anunciar no Google ou no Facebook? Descubra em qual você deve investir

As principais dúvidas de quem começa a investir em anúncios e Marketing Digital, geralmente, giram em torno dos dois maiores gigantes da tecnologia: Google Ads ou Facebook Ads. Em qual deles investir, afinal? Sabendo disso, já quero dar início a esse conteúdo dizendo não haver uma rivalidade entre os dois. Isso é: não há a obrigatoriedade de escolher entre um e outro. Se necessário e possível, os dois podem trabalhar pelo seu negócio juntos. Logo, a questão não é se você deve investir no Google Ads ou no Facebook Ads. E sim, entender qual é o momento certo de investir em um deles ou em ambos. Para isso, vamos conhecer um pouco mais sobre essas duas ferramentas.


Os tópicos que abordaremos aqui são:

  • Anunciar no Google ou no Facebook?

  • Entendendo o Google Ads

  • Entendendo o Facebook Ads

  • Vantagens e desvantagens do Facebook Ads

  • Vantagens e desvantagens do Google Ads

Anunciar no Google ou no Facebook?

Entendendo o Google Ads:


O Google Ads é uma plataforma de anúncios líder de mercado, lançada no ano 2000 e que desde então vem sendo aprimorada e nunca perdeu a liderança de mercado.

O Google Ads é, de forma sintetizada, uma ferramenta paga, que empresas e profissionais podem pagar para serem destaque nas páginas de resultados de pesquisas e outros pontos disponibilizados pelo Google. A disponibilização de exibição do Google Ads é feita de forma segmentada para atrair um público qualificado e tenha relação com a sua empresa, o que é uma enorme vantagem.

E já que o assunto é anunciar no Google ou no Facebook, é interessante para nós entendermos mais sobre os anúncios do Google Ads, que são:

  • Rede de Display: um espaço para anunciar em sites, portais de notícias e blogs, possibilitando a segmentação de campanhas voltadas para o engajamento do público com a empresa, suas ofertas e outras ações.

  • Rede de Pesquisa: esta faz a exibição da empresa nos resultados de busca de determinadas palavras-chave. Nesse caso, o anunciante só paga quando recebe um clique e os resultados sempre ficam em destaque no início e no fim da página.

  • YouTube: possibilita criar campanhas de anúncios exibidas antes, durante e após vídeos no YouTube, para um público-alvo segmentado conforme a idade, local, interesses e muito mais.

  • Shopping: está mais voltado para a venda final e trabalha com anúncios que exibem seus produtos nos resultados de busca da seção Shopping do Google.

  • Aplicativos: tem o objetivo de impulsionar a instalação de aplicativos das redes do Google.

Vale dizer que é o próprio anunciante quem desenvolve seus anúncios o Google Ads, bem como determina onde deseja exibi-los. E para quem ainda não sabe, sim, o YouTube pertence ao Google.


Agora, para tomar a decisão de Anunciar no Google ou no Facebook, você precisa entender um pouco mais sobre o Facebook. Então bora falar sobre isso!

Entendendo o Facebook Ads

Você, alguma vez, passeando pelo Facebook, já reparou alguns posts que aparecem com um subtítulo cinza que diz “patrocinado”? Pois é, estes são os principais tipos de anúncios do Facebook Ads. O Facebook é a maior rede social do mundo e o Facebook Ads é uma plataforma na rede, para empresas que querem anunciar para um público segmentado como no Google Ads. Ou seja, trata-se também de uma plataforma paga que permite um melhor aproveitamento da audiência. Essa ferramenta também oferece diversos formatos e segmentações, para atender diversos objetivos, seja obter curtidas, gerar Leads, preencher um formulário e muitos outros.


Opções de anúncios do Facebook Ads são:

  • Alcance: faz a exibição do seu anúncio para o máximo de pessoas.

  • Conversões: leva as pessoas a executarem ações no seu site ou aplicativo (adicionar informações de pagamento ou fazer uma compra).

  • Envolvimento: gera mais engajamento através de comentários, compartilhamentos, curtidas, participações no evento e obtenção da oferta.

  • Geração de cadastros: coleta informações de cadastros de pessoas interessadas nos seus negócios.

  • Reconhecimento da marca: visa alcançar pessoas com maior compatibilidade com a marca e seus produtos para aumentar seu reconhecimento.

  • Tráfego: possibilita o envio do público atingido pelo anúncio para seu site ou Landing Pages, aumentando o tráfego destas páginas.

  • Visualizações do vídeo: promove o aumento da conscientização sobre a sua marca.

Você deve considerar o seu objetivo na hora de escolher em qual investir, isso influenciará no resultado.

Conclusão: Anunciar no Google ou no Facebook?


Essas informações que acabei de te passar aqui em cima, são o básico sobre as ferramentas Google Ads e Facebook Ads. Porém, saber delas não é suficiente. Desculpa, mas é verdade. Se você pensa em investir em ferramentas pagas, o ideal é que você fale com um especialista no assunto para te ajudar com essa etapa.


Isso porque ambas as ferramentas têm vantagens e desvantagens que vão interferir ou somar no seu resultado. Inclusive, conhecê-las é um fator determinante para avaliar se um negócio está saindo em prejuízo ou se está lucrando.


Vantagens e desvantagens do Google Ads


A grande vantagem do Google Ads é que ele apresenta aos usuários exatamente o que eles estão procurando, e pode ser a sua empresa ou negócio. Isso garante uma taxa de respostas maior e geralmente atrai usuários mais “prontos” para a compra. Por outro lado, sua empresa só aparecerá para os usuários que já identificaram um problema, o que significa que você não vai criar demanda com o Google Ads, vai só atender.


Vantagens e desvantagens do Facebook Ads


A grande vantagem do Facebook Ads é atrair leads em estágios bem iniciais de preparação e interesse para a compra. Ou seja, você gera e atende a demanda. Porém, como nem todos os alcançados vão se interessar pelo produto, pois não estão procurando por eles, isso irá gerar uma taxa de cliques e conversões menor e a oferta precisa ser bastante atrativa para gerar interesse.


Como essas, existem outras vantagens e desvantagens que devem ser consideradas na hora de decidir se você vai anunciar no Google ou no Facebook. É difícil analisar tudo isso sozinho? Sim, não vou mentir para você. Mas, tem uma boa notícia! Você não precisa fazer isso. Sofrer sozinho com o marketing é coisa do passado. Agora você já pode contar com um especialista a qualquer momento e ter as melhores estratégias, tomar as melhores decisões e ainda ter todos os custos personalizados para caber no seu orçamento. É SÓ CLICAR AQUI E VIR FALAR COMIGO Leia também:


Comments


bottom of page